Não leia este texto

Esse ano lendo alguns textos sobre PNL, de vez em quando caia em textos falando da palavra “não”. Em resumo: nosso cérebro não processa a palavra “não”. Ele não reconhece, não entende.

Exemplo:

  • Não pense numa casa verde.
  • Pense numa casa verde.

É muito provável que nas duas frases você pensou em uma casa verde. A palavra não por si só não diz nada ao cérebro, então ele ignora e faz o que vem depois. Outras palavras de sentido negativo tem o mesmo efeito: nunca, evite, …

Pensar na linguagem negativa é algo comum que fazemos. “Não vou pensar mais nisso”, “Não posso esquecer de ….”, “Nunca mais vou beber desse jeito.” são alguns exemplos. Tendemos a compor frases de forma negativa com sentimentos, situações, tarefas, etc. que não gostamos ou queremos evitar.

Na PNL dizem que o uso de uma linguagem negativa provoca o comportamento que se quer evitar. Frases afirmativas são muito mais eficazes para o cérebro entender e processar. Ou seja: diga o que deve ser feito.

Os vários SIM e NÃO que falamos durante o dia têm uma enorme capacidade de nos influenciar. Em vez de dizer o que não queremos, devemos dizer o que queremos.

Diz a lenda que com frases afirmativas reorientamos nosso cérebro focalizando coisas positivas e com isso conseguimos um número maior de realizações.

Então vamos tentar: pra começar, em clima de final de ano, pegue a sua lista de resoluções de ano novo e veja quais frases estão na forma negativa e transforme elas em positivas. Depois se policie durante o dia e transforme suas frases negativas em positivas. Por fim, pegue sua lista do que não fazer, e ajuste suas atividades para a frase ficar na forma positiva.

Daqui um tempo volte aqui nos comentários e conte os resultados.

Não leia este texto

Sprint Final

sprint-finalBrasileiro arranca no final e fatura o ouro na maratona nas Paralimpíadas

Sena passou quase todo o percurso de 42 km na segunda colocação. Nos quilômetros finais, acelerou e assumiu a liderança para cruzar a linha de chegada em primeiro. A prata ficou com Abderrahman Ait, que era o líder até o sprint do brasileiro.” 

Dezembro. Último mês do ano. Fim do mundo, Corrida de São silvestre e etc…

Que tal se inspirar nos maratonistas e ligar o turbo com o restinho de combustível que tem e fazer um sprint de final de ano?

Não! Não vá sair correndo que nem um dálmata louco por ai. Que digo é coisas do tipo:

  • Finalizar a leitura de alguns livros da sua lista.
  • Fazer algum curso para obter mais conhecimento, se especializar ou só pra por no currículo para 2013
  • Atualizar o currículo
  • Dar banho no gato, cachorro, cacatua, etc
  • Fazer um faxinão em casa e praticar o desapego

Sei lá. Muitas coisas. Pegue sua lista de metas veja o que é coisa mais rápida de se fazer ou que falta pouco pra finalizar e de um gás nelas agora nestes últimos metros para o fim da maratona 2012.

Aproveitar o máximo de alguns dias de dezembro. Antes que venha as festas de natal/fim de ano ou que pegue férias. Cruze a linha de chegada de 2013 em primeiro. Busque sua medalha de ouro.

Sprint Final

O que você vai entregar hoje?

Essa é uma pergunta que estou criando o hábito de me fazer todos os dias com o intuito de criar outro hábito mais importante: realmente entregar algo todo dia. 

Tem dias que ainda esqueço de me perguntar mas entrego. Tem dias que pergunto mas não entrego nada sem saber por que causa, motivo, razão, circunstância. E ainda tem dias que não me pergunto e não entrego nada também.

Você se pergunta isso? O que você vai entregar hoje?

Mas… entregar o que? Como assim?

O entregar que falo é qualquer coisa que faça você chegar mais perto da conclusão de algum objetivo ou meta que tenha. Alguns exemplos:

  • Mais algumas páginas lidas de um livro.
  • Mais algumas páginas escritas para o seu livro.
  • Estudar um assunto para aquela prova da faculdade.
  • Formatar e ajustar algumas páginas do seu TCC.
  • Pesquisar e escolher alguns pontos turísticos que você quer conhecer na viagem que vai fazer.
  • Mais uma aula do curso online que você esta fazendo.
  • Mais duas horas de treino para a São Silvestre.
  • Mais umas linhas de código no seu projeto.
  • Aquele refactoring naquela classe.
  • etc.

O importante é entregar algo todo dia, mesmo que seja um pouquinho. Assim cada dia estaremos mais pertos de concluir nossas metas ou conquistar sonhos.

Pra finalizar, me responda: o que você vai entregar hoje?

O que você vai entregar hoje?