Qual seu plano B, C, D…X?

Let_Them_Talk_Hugh_LaurieNa época do fim do seriado Dr. House vi uma matéria no caderno de Carreira da Exame, falando dos planos de Hugh Laurie para o fim da série:  O plano de Hugh Laurie para sobreviver ao fim de “House” (foto: wikipedia)

Nessa matéria algumas frases me chamaram muito a atenção. Algumas delas:

  • O segredo de Hugh Laurie é o preparo…Laurie treina avidamente
  • Antes do anúncio do fim do seriado, ele já tinha se lançado em outras direções
  • Sempre que pode, Laurie se propôs a assumir novas e diferentes responsabilidades
  • As experiências dos últimos oito anos do talvez eterno dr. House apontam que ele soube diversificar sua carreira e pode estar preparado para as possíveis (e agora concretas) mudanças profissionais que viveria.

Laurie é ator, diretor, escritor (O vendedor de Armas/The Gun Seller), cantor, músico (Let them talk) e comediante de acordo com a Wikipédia.

Para exemplo, vou assumir que sua carreira principal foi a de ator. Este foi seu plano A. Mas ele não se ateve a isto, arriscou em um plano B como escritor, em outro C como músico e  canto, também um D sendo comediante.

Antigamente as pessoas quando jovens se especializam em um oficio e seguiam com ele até o fim da vida. Quantos de nós não conhecemos alguém que tem uma profissão e praticou somente ela a vida inteira? Muitas vezes até em uma empresa só, seu primeiro e único emprego. Da juventude a aposentadoria.

Não quero dizer que isto seja errado e que não é pra fazer isto. Só estou expondo aqui um assunto para discutirmos juntos.

carreira-which-wayQuantas pessoas conseguem decidir sua profissão já com 17 ou 18 anos quando geralmente se entra na faculdade? Raras as pessoas que realmente já sabem o que querem. Seja por falta de vivências, maturidade ou que simplesmente ainda não pensaram nisto. Ai pela pressão da sociedade, necessidade, família ou sei lá o que mais, escolhe algo por exclusão. Pensamentos do tipo “Ah, desmaio quando vejo sangue. Então medicina não é pra mim.” “Biologia, química… hummm não gosto” e assim vai descartando as opções até não sobrar muita coisa e sorteiam uma. (foto: iStockPhoto)

desempregado-mitHoje também existem profissões que daqui a 5 ou 20 anos podem estar extintas. Se você está entrando no mercado de trabalho agora e por ventura escolheu uma dessas, com 30 ou 40 anos de idade você pode estar desempregado. Você terá que começar novamente. Isto pode ser um tremendo problema se você não se preparou, por exemplo, com uma reserva financeira para lhe sustentar enquanto aprende novo oficio e procura novo emprego. Acha que isso não acontece? Ó a rapaziada da NASA toda ferrada. E o graduado no MIT da foto ao lado? (foto: NYDN)

A média de vida do brasileiro hoje é na faixa de 73 anos. Eu comecei minha vida profissional aos 17 anos. Se eu ficar exatamente na média tenho ai 56 anos. Tenho não,  tinha! Restam-me 44 ainda. Estou a 12 anos em TI/Desenvolvimento de Software, meu plano A. TI, acredito eu, não é uma área que vai se extinguir até eu chegar aos meus 73.

Mas… vai que eu fique de saco cheio de TI. Podemos pensar “Ah! mas com 73 anos quero estar aposentado, fazendo nada!”. Tudo bem. Digamos que eu me aposente com 65 anos (para quem se aposenta por idade). Me “restam” 36 anos de trabalho. Se deixar 12 anos por carreira (tempo que estou em TI) e exercendo cada uma de forma única e não paralela, posso ainda ter 3 carreiras diferentes na minha vida. Interessante de se pensar.

Acredito que você está na sua atual profissão por que gosta do que faz. Mas, você também gosta de outras coisas. Sua profissão atual pode não aproveitar todas as suas habilidades. Suas ambições e sonhos também mudam com o passar dos anos. Porque não transformar estas ambições, habilidades e outras coisas também em carreira? Seja paralela ou não.

Formule “seu plano B”. Estude. Vá guardando dinheiro, pois no inicio muito pouco provável que você tenha salários iguais tem hoje caso não for atuar em paralelo. Quando achar que estiver preparado, mude.

coyote_foolproof_planUm “plano B” que estou desenhando e avaliando é carreira de professor, para tocar em paralelo nas noites e fim de semana. Dar aulas de desenvolvimento de software ou alguma outra coisa em colégios e faculdades. Caso venha por em prática e por acaso no futuro algum problema faça com que perca meu emprego em TI (plano A), posso assumir em tempo integral as aulas e o impacto de perder um emprego seria bem menor por exemplo. Gosto também de finanças e contabilidade. Penso um dia explorar a carreira na área de controladoria (Plano C).  (foto: richmiller)

Aprender uma profissão ou outras habilidades hoje está muito mais fácil. Faculdades surgem aos montes por ai, cursos profissionalizantes, cursos online/a distancia… Ter um plano B, C, D… Z pode além de trazer renda extra, também trazer satisfação, networking, oportunidades, prazer, e sei lá o que mais.

Você já pós em prática seu plano B ou C? Já está indo para seu plano M? Nunca pensou nisso e não tem nenhum plano? Use os comentários abaixo. Vamos conversar sobre isso.

Anúncios
Qual seu plano B, C, D…X?

9 comentários sobre “Qual seu plano B, C, D…X?

  1. Adorei o texto. Excelente ponto de vista e muito motivacional.
    Eu sou professora, como você sabe. Gosto do que faço, mas não sei se quero fazer isso o restante da minha vida profissional, já que esta profissão está se tornando cada dia mais difícil. Tenho um plano B, um plano C e um plano D. Digamos que um deles estou levando paralelamente à minha profissão atual, mas ainda não me rende grandes frutos, ou seja, eu ainda não posso sobreviver dele (se bem que eu gostaria…). Já o plano C pretende entrar em ação no início do ano que vem e o D precisa de investimentos financeiros – então vai precisar esperar a poupança engordar mais.
    Concordo com o seu ponto de vista. Se tivermos sempre outros planos, em paralelo ou em preparação, estaremos prontos para os imprevistos da vida profissional.

    1. Obrigado!!!
      Vamos ver se ano que vem nasce o professor Parucker. hahah
      Tenho escutado comentários bons e ruins dessa profissão.
      Treino a equipe no trabalho e gosto. Sei que é bem diferente de dar aula.
      Não sei se vou gostar mas que tenho muita vontade de experimentar isso tenho. :)

      Que legal que tem vários planos já em andamento. Desejo sucesso em todos para que logo venham os planos E, F, G….

      Abraço!

  2. moicosta disse:

    Sensacional. Seus textos são inspiradores.
    No momento posso dizer que tenho plano A, B e C. O problema é o turbilhão de informações que precisamos digerir todos os dias para sermos especialista naquilo que fazemos. Mesmo que sejam áreas correlatas, ainda assim cada um desses planos (não sei se o mesmo ocorre com vocês) requer especificidades que demandam tempo.
    Enfim, não é impossível, mas confesso que diante de tanta informação temos cada dia mais dificuldade de trabalhar essas diversidades.
    Mas acho que devemos sempre ter a carta na manga, mesmo que isso exija bastante esfoço e dedicação.
    O negócio é fazer aquilo que gosta, pois dessa forma tudo se torna mais fácil (ou pelo menos mais gratificante).

    Abraços,

    1. Também sofro com este turbilhão e também com ansiedade. Você quer botar todos os planos em prática tudo ao mesmo tempo.
      Começa a ir atrás de informação para uma idéia e lembra da outra, ai corre pesquisar sobre esta outra. Para, vai pra outra, e outra e outra. Ficava nessa constante mudança.

      Estou me policiando mais quanto a isto. Tentando priorizar os planos, traçar metas e ações e focar. Ter mais acabativa. Uma retrospectiva rápida da minha vida vi que tenho iniciativa e pouca acabativa. Começo e vou largando as coisas pra começar outras.

      Resolvi mudar isto. Limitar o número de atividades a começar e principalmente acabar. Algumas não no sentido literal da palavra acabar, mas chegar num marco que diga “Pronto! Consegui, agora é só aprimorar e ir seguindo”.
      Como o plano de ser professor, estou vendo que matérias posso lecionar, onde lecionar na minha cidade, conversando com outros professores pedindo dicas e vendo as dificuldades, quero ainda fazer curso de oratória…
      O dia que dar a primeira aula será o marco que concretizei o plano, mas não vai acabar, vai ser aprimorado constantemente em prol da melhoria das aulas.

      E estamos ai pra ir conversando e trocando idéias.

      Abraço e sucesso nos seus planos!

  3. Até me assustei lendo esse post.
    Tenho planos B, C, D, E, F, G, …, Z, AA, AB, …., ZZ.
    No momento só me resta esperar… ou não.

    Taí um negócio que me fez pensar.

    Nice job!

    1. Legal! É isto ai. Devagar e sempre, um pouquinho melhor a cada dia. O que não podemos é ficar sem planos. Com certeza logo você transforma esse B em um A. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s