Experiência versus emprego e o voluntariado

Vendo uns links velhos que tinha salvado aqui, achei um texto que trata sobre dilema de emprego versus experiência. Fala sobre como é difícil, principalmente para os jovens que estão entrando no mercado de trabalho achar emprego. O motivo, que a maioria das vagas exige experiência e não se consegue experiência porque não se tem emprego.

Vê lá. (Depois volta aqui!) O texto é muito bom: Dinheirama: O dilema experiência-emprego-salário!

No texto ele comenta “Se você está buscando expandir as suas habilidades ou se inserir em um novo segmento de atuação, considere o voluntariado em troca de experiência.”. Isto vai exatamente de encontro com o que sugere Michael Ellsberg no passo 4 da sua receita: 8 passos para você trabalhar no que quer.

Para quem quer se inserir em novo segmento, trocar de área, etc. é um pouco mais complicado partir para o voluntariado. A maioria precisa do salário todo mês para manter as contas e a família, largar tudo nem pensar. Raras as exceções que a pessoa tem uma reserva financeira para se manter enquanto da uma guinada em sua vida profissional. Talvez considerar o trabalho voluntário fora de expediente e fins de semana é uma opção.

homelessMas se é jovem, mora com os pais, só se preocupa com o dinheiro pra balada e pra cerveja no boteco da esquina da faculdade. Aí é muito mais simples. Basta querer e largar esse preconceito de achar que é idiota quem trabalha de graça. Pois na verdade, você está sendo pago em barras de ouro de conhecimento e experiência do baú da felicidade que valerão mais do que dinheiro no futuro. Má oeeee!!!

Baita sem graça a frase anterior. Eu sei. Mas resolvi deixar ai. Voltando…

Não sei como funciona para empresas, a parte legal de contratação do serviço. Muitas empresas têm medo que funcionário processa a empresa (meta a empresa no pau num português mais brasileiro) e exija todos os direitos de INSS, FGTS, férias, 13º salário e etc. Uma opção seria contratar como estagiário, mas depende da pessoa estar estudando, pois é necessário vínculo com instituição de ensino para poder estagiar. Caso alguém ai seja de RH ou conheça de legislação trabalhista, manifeste-se, por favor.

Onde e como trabalhar, dá-se um jeito. No Brasil alguém querer trabalhar de graça, de simples boa vontade em troca de experiência e conhecimento é visto pelas empresas com aquela voz falando ao fundo “É uma cilada, Bino!”. Mas não custa procurar e tentar. Se empresa privada não da certo, temos aí, todas as ONGs, que dependendo de sua área de atuação pode ser interessante. Para desenvolvedores de software temos milhões de projetos abertos que você pode contribuir. Esses são alguns exemplos.

Hoje se estivesse em inicio de carreira e alguém tivesse me apresentado essas ideias ou eu as tivesse por pensamento próprio com certeza iria aproveitar. Claro que todo mundo quer ser remunerado pelo seu serviço. Mas se você já está na procura por algum tempo e está difícil, em vez de ficar coçando o saco e reclamando, porque não adquirir experiência com voluntariado?

imagem: http://www.everystockphoto.com (editada porcamente)

Anúncios
Experiência versus emprego e o voluntariado

Um comentário sobre “Experiência versus emprego e o voluntariado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s